Notícias

18 de maio de 2020

IBOPE Repucom revela perfil dos “torcedores mistos”, aqueles que torcem para mais de um time de futebol

Dados levam em conta todos os clubes do Brasil presentes na pesquisa DNA Torcedor, e aponta que um em cada três torcedores brasileiros dividem suas paixões entre mais de um clube

 

Os torcedores que possuem simpatia por mais de uma equipe, além de seu time de coração, somam 41,4 milhões de pessoas, ou 37% dos 110,4 milhões de brasileiros que afirmaram torcer para algum clube de futebol. Os dados são da pesquisa DNA Torcedor 2017, que ouviu 6 mil torcedores ao vivo e outros 2 mil torcedores online em todo o Brasil.

 Com base nessas informações, o IBOPE Repucom comparou os perfis demográficos dos torcedores de futebol em geral (110,4 milhões de brasileiros) com o grupo que simpatiza com uma equipe extra (41,4 milhões), e identificou algumas afinidades dentre os popularmente chamados torcedores “mistos”.

  • Gênero: A maior proporção entre os mistos é masculina, com 54% de participação.
  • Faixa Etária: Os “mistos” apresentam concentração nas faixas etárias acima dos 35 anos: 35 a 44 (5% maior que os torcedores em geral), 45 a 54 anos (+3%) e 55+ anos (+6%).
  • Região: Dos 27,8 milhões de torcedores do Nordeste 13,2 milhões (ou 48%) afirmam torcer para mais de uma equipe. Isso torna a região líder na proporção de mistos entre seus torcedores. Já as regiões Norte e Centro-Oeste possuem 37% de mistos, no Sul são 34% e no Sudeste 33%. Porém, em volume absoluto,  o Sudeste lidera com mais de 17 milhões de torcedores mistos.

Mas ser misto é necessariamente ruim? José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE Repucom comenta : “Se existe de verdade um certo preconceito com o torcedor misto, para as marcas, clubes e veículos de comunicação a existência do torcedor misto definitivamente é um ótimo negócio.  Ser fã de duas ou mais equipes amplia o potencial de audiência, engajamento e conversão de vendas de produtos e serviços de patrocinadores. Afinal, os torcedores mistos também são fãs, sobretudo, do futebol”, afirma o executivo.

Confira a proporção de torcedores e simpatizantes de todos os clubes citados na pesquisa:

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Veja também

12 de janeiro de 2015

Cristiano Ronaldo supera Messi fora dos campos de...

A poucas horas de descobrirmos quem é o melhor jogador de futebol... [ Veja mais ]

15 de agosto de 2019

A restruturação do mercado de patrocínio no futebol...

<h4>Por José Colagrossi Neto, diretor executivo do IBOPE Repucom</h4>   Passados seis meses da... [ Veja mais ]

12 de novembro de 2020

IBOPE Repucom lança ranking digital 2020 das confederações...

<strong>São Paulo, 12 de novembro de 2020 </strong>-  Após o adiamento dos... [ Veja mais ]